13 março, 2006

Fetuccine Alfredo


Reza a lenda que o Fetuccine Alfredo foi criado em 1914 na Itália por Alfredo di Lello. O prato ficou bastante popular a partir de 1927 quando um casal de atores americanos provou o prato e levou a novidade para os Estados Unidos. Lenda ou não o prato é hoje mais popular nos EUA do que na Itália, já vi diversas versões. Eu particularmente adoro e publico hoje a minha versão/varição.


Fettuccine Alfredo

500g de fetuccine
300 ml de creme de leite
200g de queijo parmesão ralado
150g de presunto de parma
1 cebola média
3 dentes de alho
5 colheres (sopa) de manteiga
1/2 xícara de cebolinha picada
pimenta do reino à gosto

  • Pique a cebola e o alho.
  • Cozinhe o fetuccine conforme especificado no pacote.
  • Refogue a cebola e o alho em 3 colheres de manteiga, até que a cebola fique levemente dourada.
  • Em fogo médio, adicione o macarrão à cebola e o alho e misture bem.
  • Adicione 1/4 do queijo ralado e o creme de leite, misturando até que todo o macarrão seja coberto pelo creme de leite.
  • Adicione o restante da manteiga e, após derreter, o presunto de parma e mais 1/4 do queijo ralado, misturando sempre.
  • Para finalizar, adicione o restante do queijo ralado, a cebolinha e tempere com pimenta do reino. Misture bem e sirva imediatamente.

4 comentários:

Floppy disse...

Tirando o preseunto deve ser óptimo :) (embora, eu substituisse o creme de leite por queijo mascarpone, pode ser, não pode? é menos enjoativo).

Tenho uma pergunta sobre o glossário brasileiro-português: sabes explicar o que é um kibe? é um parto principal? um acompanhamento? podes dar uma receita daquelas deliciosas e originais? (sem carne, claro ;)

RC disse...

Oi Floppy!

Acho que com o mascarpone ficaria bom também... vou tentar!

Quanto ao Kibe (ou quibe) é um prato árabe, muito conhecido no Brasil como comida de botequim (todo bar tem). Existem várias variações e todas muito gostosas. O único problema (pra você) é quibe tradicional leva carne.

Dê uma lida neste artigo da revista Gula para maiores informações...
http://www2.uol.com.br/gula/reportagens/137_joia_cozinha_arabe.shtml
qualquer dúvida estou à disposição.

Muito obrigado pela constante participação!

um grande abraço

Floppy disse...

pois, eu já fui 2 vezes ao brasil (e este ano devo ir mais uma vez) mas há imensas coisas que tenho curiosidade de perceber... eu estive no Ceará, Maranhão e Bahia e nunca reparei no Kibe mas na internet estou sempre a encontrar receitas com ele...

Já agora, podes pôr o link outra vez? é que assim, não consigo ir lá parar...

RC disse...

Floppy,

Acho que no nordeste existem coisas mais interessantes nos bares do que quibe (eu adoro quibe, mas os temperos do nordeste me fascinam).
Acho que o link saiu quebrado, segue novamente
http://www2.uol.com.br
/gula/reportagens/
137_joia_cozinha_arabe.shtml

qualquer coisa me escreva.

abraços