25 abril, 2006

Filé do Diabo (Filet à Diable)

Hoje vai um clássico da cozinha francesa. A receita original utiliza pimenta caiena mas eu prefiro a calabresa, fica mais picante. Historicamente a palavra diable entrou na culinária para identificar comidas picantes como referência à ardência do inferno.

Eu estou passando a receita para um filé inteiro por achar mais prático para almoços e jantares, mas gosto muito de usar este molho com medalhões. Fica excelente com as batatas que publiquei ontem e arroz branco.

Filé do Diabo (Filet à Diable)

1 peça de Filé Mignon (aprox. 1,2kg)
300ml de Demi-Glacê (se não quiser fazer use o da Nestle Food Services)
250ml de vinho branco
1 cebola roxa média triturada
1/2 colher (chá) pimenta calabresa
manteiga
sal
pimenta do reino
  • Em uma frigideira aqueça 1 colher de manteiga e sele o filé inteiro. O filé ficará cru, apenas dourado por fora. Tempere com sal e pimenta do reino e coloque em uma assadeira e leve ao forno (200o) por 50 minutos.
  • Na frigideira em que selou o filé refogue a cebola (adicione mais manteiga se necessário).
  • Junte o vinho branco e deixe reduzir à metade.
  • Adicione a pimenta calabresa, deixe ferver por 2 minutos e junte o demi-glacê. Deixe reduzir por 10 minutos e acerte o sal e a pimenta do reino.
  • Retire o filé do forno, fatie e cubra os pedaços com o molho.

4 comentários:

Floppy disse...

Olá, olá :) parece estranho escrever numa receita de carne mas queria só dizer que também estive fora e que só agora, voltarei à minha vida "normal", se é que se pode chamar assim ;)

Agurado mais receitas que eu possa fazer eheheheheh

RC disse...

Já estava ficando preocupado! :)

Veja as duas receitas anteriores, uma inclusive com queijo que você adora!

Ainda bem que voltou :)

Abraços

Floppy disse...

:) nós cá Portugal temos uma sobremesa que é mto conhecida mas que eu confesso que só conheço há cerca de 4 anos, é requeijão com doce de abóbora... é óptimo! Eu adoro! E ainda por cima, descobri um talho ao pé de minha casa que vende Requeijão mto caseiro vindo do Alentejo (uma zona do meu país).

Outro dia, provei uma variação e era isso que eu queria contar: uma entrada feita de massa folhada (tipo os vossos pasteis) com uma fatia de queijo de cabra e doce de abóbora e no fim vai ao forno... hummmmmmm é divinal!!!

César Frey disse...

Muito bom esse teu blog!!!
Eu achei por acaso procurando algumas tecnicas e receitas no google, mas gostei das tuas receitas!!
Aquela do morango com calda de balsamico e pimenta do reito eu vou ter que experimentar!!
Na verdade so vi algumas de fevereiro, agora que abri teu blog em outra janela vi que tem muito mais. Esta do comentario inclusive eu nem li, é que na de cima nao consegui comentar. Mas esta tarde e amanha eu olho o resto.
E vendo essa da calda de balsamico, me lembrei de uma que voce talvez goste. É uma geléia de pimenta com vinagre balsamico. Muito boa!
Receita do Chef Alexandre Bressanelli, de Curitiba, que inclusive ja trabalhou com o Alex Atala.

1kg pimenta dedo de moça (cozida)
1kg açucar cristal
1L vinagre balsamico

Primeiro vc pega uma panela com bastante agua e cozinha as pimentas (inteiras, frescas) 7 vezes. Ferver 5 min cada vez.
Depois corte as 2 pontas de cada pimenta. Entao tire as peles e as sementes.
Pese as pimentas e utilize a mesma proporçao para a medida do açucar.
Cozinhe as pimentas com o açucar e o vinagre balsamico ate obter o ponto de geleia (numa panela de inox, nunca aluminio!).

Espero que goste!!
Um abraço e continue postando!